Anne Bozellec

A história de Júlia e sua sombra de menino

Você sabe, todo mundo diz que eu pareço mesmo com um menino. As pessoas dizem que as meninas devem fazer o que as meninas fazem, e os meninos devem fazer como os meninos. Não temos o direito de fazer nenhum gesto diferente do que se espera.

Faz “um milhão de anos” que não posto aqui no blog. A vida tem andado complicada, difícil arranjar tempo e disposição para atualizar. Mas esse livro mereceu! julia_sombra Lemos hoje. Lindo demais – história e ilustrações. A pequena Júlia não atende ao “perfil padrão” que se espera de uma menina em nossa sociedade. Diante de suas recusas a se moldar a esse padrão, a mãe e o pai dizem que ela “parece um menino”. De tanto ouvir isso, um dia Júlia acorda e vê que tem uma sombra de menino. Daí em diante, surgem os questionamentos sobre o que é “ser menina” e “ser menino” e se não é possível ser os dois ao mesmo tempo. Assim como no livro “Chega de Rosa”, a protagonista também conhece um menino que sofre preconceito por não se enquadrar nos padrões. Por sinal, a história de um lembra bastante a de outro, mas o “A história de Júlia…” é mais antigo, de 1976, e um pouco mais denso. Percebe-se que o protagonismo da França em termos de literatura infantil que questiona os papéis de gênero não é de hoje. julia_sombra2 Super indico! Autores: Anne Galland e Christian Bruel Ilustradora: Anne Bozellec Editora: Scipione Ano: 2010 Número de páginas: 72

Anúncios