Chris Riddell

OTOLINA E A GATA AMARELA

Capa.

Capa.

Um primor de livro! Acho que isso define bem essa obra de Chris Riddell; ilustrador, cartunista político e escritor britânico. A história, uma “novela policial”, é contada através textos e ilustrações que se completam. Como toda obra policial, o enredo possui um mistério a ser desvendado não apenas pela personagem principal, mas também por suas/seus leitoras/leitores.

As ilustrações do livro são um espetáculo. Além de lindas, são ricas em detalhes divertidos. Impossível não ficar encantada por elas e gastar (ou aproveitar) um bom tempo observando-as. Além do preto e do branco, a única cor que aparece é o vermelho, sempre em algum detalhe.

otolinac

O livro faz parte de uma coleção que traz as aventuras de uma menina, Otolina, e seu grande amigo, Sr. Munroe. O Sr. Munroe é… bem, não é possível saber direito “o que” ele é. Veio de um pântano na Noruega, vive com os pais de Otolina desde antes dela nascer e é a sua companhia quando não estão. Estes viajam pelo mundo atrás de artigos para suas fantásticas coleções, como a de “bules com quatro bicos” e não aparecem na história. Só se fazem presente através dos postais enviados pela mãe de Otolina. Otolina herdou dos pais o gosto pelas coleções, como a de sapatos estranhos. Além disso, gosta de elaborar planos inteligentes para resolver mistérios.

otolinad

Minha pequena detetive, que anda encantada por esse mundo, se deliciou com esse livro. Já estou me preparando para comprar os outros dois da coleção: “Otolina na escola” e “Otolina no mar”.

Além das ilustrações maravilhosas, o acabamento da capa fazem deste livro realmente um primor, que enfeita o espírito e a estante!

Super indico!

Autor e ilustrador: Chris Riddell

Editora: Galera Record

Ano: 2009

Número de páginas: 176

 

Anúncios